GREVE DE 2015. EM EXECUÇÃO DO CUMPRIMENTO DO ACÓRDÃO QUE RECONHECEU A ILEGALIDADE DO ATO PRATICADO PELA ADMINISTRAÇÃO DO TJ. PGE APRESENTA RELATÓRIO DE TODOS OS SERVIDORES QUE PARTICIPARAM DO MOVIMENTO GREVISTA.

GREVE DE 2015. EM EXECUÇÃO DO CUMPRIMENTO DO ACÓRDÃO QUE RECONHECEU A ILEGALIDADE DO ATO PRATICADO PELA ADMINISTRAÇÃO DO TJ. PGE APRESENTA RELATÓRIO DE TODOS OS SERVIDORES QUE PARTICIPARAM DO MOVIMENTO GREVISTA.

Em cumprimento à decisão proferida no acórdão em que o Grupo de Câmaras de Direito Público declarou a ilegalidade e o descumprimento do acordo de Greve de 2015 pela administração do Tribunal de Justiça, foi apresentado o relatório detalhado de todos Servidores que participaram do movimento grevista, indicando o número de dias e as respectivas compensações.

Neste processo de cumprimento de sentença, a AESC reivindica a devolução integral dos valores descontados nos exatos termos da r. decisão proferida em nosso mandado de segurança e agora confirmado pelo Superior Tribunal de Justiça. http://twixar.me/NRN1

A AESC não realizou qualquer acordo com o Tribunal de Justiça, salientando que houve acordo pelo Sindicato em receber apenas a metade dos valores.

A AESC ainda cobra, em ações judiciais, os valores de 50% de adicional constitucional de horas compensadas e dano moral coletivo em ação civil pública.

Acesse aqui e confira o relatório:

Administrador